Secretaria Cidadã de Goiás apoia Comitê de Participação de Adolescente

A Secretaria Cidadã é parceira da iniciativa do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente de Goiás (CEDCA-GO), na convocação de entidades goianas, que trabalham com as Políticas de Atendimento Direto de Crianças e Adolescentes, para a participação no processo de escolha de representante para compor o Comitê de Participação de Adolescente (CPA). A seleção será realizada no dia 16 de novembro, a partir das 13h30, no Auditório do Centro de Referência Estadual da Igualdade – CREI – (Avenida Goiás nº 1496).

“Apostar na formação de nossas crianças e adolescentes é com toda a certeza apostar num futuro com mais políticas construtivas e inovadoras para a promoção da qualidade de vida de todos, promovendo o desenvolvimento econômico e social”, ressalta a titular da Secretaria Cidadã, secretária Lêda Borges.

O intuito é escolher um jovem goiano para compor o Comitê de Participação de Adolescente (CPA), representando o Estado de Goiás no Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda). Cada entidade poderá indicar dois adolescentes, com idade entre 12 e 16 anos. A ideia é promover a participação dos jovens nos espaços de convivência e de construção da cidadania, inclusive na avaliação das políticas públicas voltadas para este público.

Para o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente de Goiás, Eduardo Mota, o estado avança na consolidação do direito a participação de crianças e Adolescentes. “Acredito que o Brasil e o Estado de Goiás com essa convocação garantem a efetivação do que está no Estatuto da Criança e do Adolescente. Por isso, a importância da criação de espaços de participação direta desses adolescentes nos Conselhos Estaduais e municipais”, ressalta.

O conselheiro Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Danilo Joaquim, vê na iniciativa o fortalecimento do protagonismo Infanto Juvenil. “O jovem escolhido para representar o estado de Goiás, no Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, será um multiplicador para os demais adolescentes”, diz. – As informações são da ASCOM da Secretaria Cidadã de Goiás

Pular para a barra de ferramentas