Bandidos de Luziânia são presos pela Policia de Brasília

A quadrilha especializada em furtos de fuscas antigos, presa na noite dessa quarta-feira (31/1), atuava principalmente na área central de Brasília, de acordo com as informações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

A maioria dos crimes ocorria nos arredores do Conjunto Nacional, dos setores hoteleiros Sul e Norte, e nas asas Sul e Norte. Ao menos dois suspeitos foram presos e um adolescente, de 15 anos, foi apreendido na ação, que localizou, até a manhã desta quinta-feira (1°/2), dois veículos. Eles foram encontrados em Luziânia.

Segundo a PM, a prisão e apreensão dos envolvidos só foi possível após análise de imagens de vários crimes do tipo, tanto na região central quanto em outras cidades do DF. A apuração indica que a quadrilha vinha atuando desde dezembro do ano passado. A operação, comandada pela Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) do DF e de Goiás, foi até a Rua Vasco dos Reis, no Bairro Parque Estrela D’alva II, endereço apontado como a residência do suposto líder da quadrilha, identificado como William Mendonça dos Santos. No local, os PMs abordaram dois homens.

Além dos carros, PM apreende arma e drogas
Um dos suspeitos confessou que possuía na casa dele um fusca proveniente de furto. Os policiais foram até o local e localizaram um Fusca 1500 de cor bege. Além de ter o chassi raspado, o veículo teve a plaqueta de identificação veicular retirada. Na busca, os policiais encontraram, dentro de uma mochila, uma garrucha .32 de dois canos. Na casa de William Mendonça, eles apreenderam uma balança de precisão, pequenas porções de maconha e várias peças de carro.

Na casa em frente à de um dos suspeitos, os policiais encontraram outro fusca, que também estava com a numeração raspada. O falso proprietário, ao ser abordado, afirmou que havia trocado com William Mendonça uma moto Hunter 100 pelo carro. Todos foram conduzidos ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) de Luziânia. CB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas