Alunos de Luziânia não terão férias

Alunos da rede municipal de ensino de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, não terão férias de fim de ano para conseguir repor as aulas após a greve dos professores, que durou 68 dias. As crianças vão estudar de segunda-feira a sábado para não perder o ano letivo.
A greve começou no dia 23 de setembro e terminou na última quinta-feira (23), após os docentes conseguirem um reajuste salarial. A reposição já começou no sábado. Em uma das unidades, quase metade dos alunos faltou. Quem foi, ainda tentava se readaptar à rotina.
“Acostumou a dormir tarde, acordar tarde, então hoje foi um pouco difícil”, disse a dona de casa Marta Santos sobre a filha.
Apesar disso, as crianças gostaram de voltar às aulas. “Eu gostei muito de voltar a estudar, porque foi uma greve grandona, do tamanho do mundo”, disse o aluno Ezequiel Cardoso
A reposição das aulas vai até o dia 10 de fevereiro. Depois, eles terão uma semana para descansar antes de começar o ano letivo de 2018. “Eles não vão perder o ano e nós estamos priorizando e cobrando bem dos professores, dos diretores, qualidade nessas aulas de reposição”, disse a secretária de Educação Indiana Machado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas